quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Droga, krokodil

Quando não tenho nada pra escrever aqui mas sinto necessidade, busco escrever sobre coisas legais que li. Fico na rotina twitter, facebook, orkut (sim bjs), formspring. Raramente dou uma passada no portal da faculdade porque odeio ficar pressionada pelo tanto de trabalho que tem lá. Dou uma olhada lá, uma decorada nas datas de entrega e passo aperto pra fazer tudo um dia antes de entregar. Juro que não consigo ser uma aluna exemplar.
 Quem gosta de twitter provavelmente viu sobre a nova droga da Rússia, a krokodil (crocodilo em português).
Cliquei no link, por curiosidade mesmo, e fiquei chocada com essa droga! É uma mistura de analgésico, gasolina, ácido e caralho a quatro que vocês devem imaginar. Li que o efeito dura cerca de 90 minutos se você tiver sorte (que é pouco, pelo que li) e as consequências são... Vejam vocês mesmos (clique para ampliar as imagens se você for curioso como eu e sofra com um pouquinho mais de intensidade e detalhe):
 
 
 
  

O resultado é esse e não preciso dizer o quão agressiva é a droga, né? Ela é injetada na veia e causa isso aí que vocês viram. Agora eu lhe pergunto: por que diabos alguém quer ter uma expectativa de vida por mais dois anos e danificar seu corpo só pra ter 90 minutos de efeitos definidos "bizarros"? 
 Enfim, só quis compartilhar as imagens pra saber que não sofri sozinha com minha mãe vendo isso. Beijo pros médicos! 

2 comentários:

  1. O que mais me espantou foi ver uma imagem de uma pessoa mostrando o braço com músculos e ossos à mostra e sorrindo. Não tem nem vergonha na cara ne? Porra, imagina o tanto que isso doi?
    Só de ver ja ta doendo!

    Mas, sei lá... como dizem por ai: "sua vida é muito boa, você não sabe o tanto que o mundo pode ser ruim". Deve ser isso... apesar de achar que, se um dia eu chegar no nível de usar uma coisa dessas, prefiro acabar comigo mesmo.

    É, dó, eu não tenho.

    ResponderExcluir
  2. Vitor Bortoletto Junior30 de nov de 2011 21:26:00

    Lilian, eu te odeio.

    ResponderExcluir