domingo, 8 de maio de 2011

Eu ainda acredito. Ou tento acreditar, não sei. O amor não pode ser algo que fica por 1 semana e vai, pra longe. Pro nada. Pra mim, somente. Nessa situação, prefiro dizer que o amor não existe.
É simplesmente inacreditável como eu tenho o poder incrível de acumular todo sentimento, que deveria existir em 2 pessoas, em um só corpitcho lindo e sedutor como o meu. Ele não é lindo...nem sedutor, mas o número de corpos é o mesmo: apenas um, o meu.
 Eu resolvi escrever um pouco mais sentimentalzinhamente (?) hoje porque eu decidi que não quero mais. Eu vou parar de ir atrás de quem não merece e de quem me merece também, já aprendi que se apaixonar é igual dar álcool e fósforo pra outra pessoa. Sim, caro leitor/amigo/companheiro de bar ou desconhecido. Pare de ser frágil e pensar no final feliz pra sempre. Casais se separam todos os dias, e você sabe disso. E você só vai gostar **amar** uma pessoa, quando ela não estiver contigo e estiver te ignorando. Se ela te der moral, acabou: tchau pra todas as promessinhas que você tinha feito pra você mesmo.
 Olha, eu queria escrever tudo que eu acho aqui, mas o sono me pegou ~tentei escapar não consegui~ e vou deixar pra terminar esse assunto ALIÁS , se você leu até aqui, estou te intimando a terminar o post, porque se você deu conta de prestar atenção nessa meladeira, você deve estar apaixonado.
 Desculpas aos apaixonados, mas amor é psicológico, que nem o frio.
                                                                                                     ~relativamente relativo~

3 comentários:

  1. parabens blog maneiro ;]

    comentando e seguindo ;]

    segue e comenta tb

    http://inffacil.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. pois eh lilian, o winamp com o tempo ficou no mesmo degrau do media player... eu sempre usei pelo fato de ser bem mais leve o wmp. Obrigado ;]

    ResponderExcluir